CAPELA DO MONTE PEDRAL

Com data de 8 de dezembro de 2023, foi estabelecido um “Protocolo de Cooperação” entre a Diocese do Porto e a Associação das Escolas de Jesus, Maria, José que por essa via se constituiu Zeladora da Capela do Monte Pedral para “a colocar à disposição dos seus utentes e demais pessoas que aí desejem fazer oração” e do Salão-Cripta /Auditório para “a realização de convívios e espetáculos”.

Este Centro sócio-cultural-religioso foi encerrado a 14 de março de 2020 mas após a necessária e urgente intervenção de limpeza, restauro e reabilitação das condições de conforto e segurança – derivadas dos danos causados pelo seu abandono – a Capela da Comunidade do Monte Pedral poderá em breve ser visitada por quem assim o desejar e solicitar à Direção desta Instituição e utilizada para os fins determinados no âmbito do protocolo estabelecido.

A Direção

CONVOCATÓRIA PARA A ASSEMBLEIA GERAL DE ASSOCIADOS – NOVEMBRO DE 2023

Nos termos do disposto na alínea b) do número 2 do artigo 32.º dos Estatutos da Associação das Escolas Jesus, Maria, José, do Monte Pedral, convocam-se todos os Associados para a Assembleia Geral Ordinária, a realizar no dia 29 de Novembro de 2023, pelas 18h30m, na sede da Associação, sita na Rua Padre José Pacheco do Monte, n.º 259, no Porto.

Em conformidade com o estabelecido do número 1 do artigo 34.º dos referidos Estatutos, se à hora marcada não estiver presente mais de metade dos Associados com direito a voto, a Assembleia reunirá, uma hora mais tarde, com qualquer número de associados presentes com direito a voto.

A Assembleia Geral terá a seguinte Ordem de Trabalhos:

Ponto 1: Apreciação e votação do Programa de Acção para o ano 2024.

Ponto 2: Apreciação e votação do Orçamento para o ano 2024.

Ponto 3: Apreciação e votação do Parecer do Conselho Fiscal sobre o Programa de Acção e Orçamento para o ano 2024.

Ponto 4: Outros assuntos.

De harmonia com o estabelecido nos números 1 e 2 do artigo 24.º dos Estatutos, podem estar presentes todos os sócios, no gozo dos seus direitos, que tenham efectuado o pagamento da quota relativa ao ano anterior e poderão votar apenas os sócios admitidos há pelo menos doze meses.

Porto, 06 de Novembro de 2023

O Presidente da Mesa da Assembleia Geral

António José da Silva Machado

CONVOCATÓRIA

HOMENAGEM A DOM SEBASTIÃO LEITE DE VASCONCELLOS

«Haveis de ensinar-me o caminho da vida, saciar-me de alegria na Vossa presença e de delícias eternas à Vossa direita.» (Sl 16, 11). Este fragmento bíblico poderia cabalmente ser uma das incalculáveis preces que D. Sebastião Leite de Vasconcellos, aquando do seu cruel degredo, dirigiu ao Bom Pastor, que em nenhum momento deixou de o conduzir pela mão, especialmente nas horas de maior angústia e amargor. Tudo se cumpriu, como não poderia deixar de ser. Finado piamente, na Roma que o acolheu e que estimou devotamente, a 29 de Janeiro de 1923, o distinto instituidor da Real Oficina de São José do Porto, que auxiliou da mesma forma a iniciar a Associação das Escolas de Jesus, Maria, José do Monte Pedral, repousa na cidade que o viu surgir, crescer na vocação sacerdotal e, valendo-me do seu expressivo lema episcopal, fazer-se tudo para todos. Não conheceu ócio, não se eximiu aos mais pequenos esforços para ser prestadio ao seu próximo, a herança sem-par que deixou foi um riquíssimo legado humano-espiritual que interessa perceber e em tempo algum deixar cair na deslembrança, desventuradamente tão característica do indivíduo recostado. Assinalando-se o centenário da sua partida para a eternidade e em vésperas do 150.º aniversário da ordenação sacerdotal, ocorrida a 15 de Novembro de 1874, considerei apropriado redigir, de forma plenamente desinteressada, e com os dois singulares desígnios de concorrer para a justa regeneração da aviltada figura do «D. Bosco português» e de não se olvidar a bondade fomentada, uma concisa biografia deste modelo para todos nós. É a primeira biografia que se produz. Por opção, é sintética e objetiva, nunca inacabada e sempre aberta a valorosas contribuições. Sem recorrer aos sensacionalismos que tantas vezes se confundem com História, sendo na realidade «estórias», traço cronologicamente as diferentes fases da existência do biografado, oferecendo quaisquer testemunhos que Ernesto Leite de Vasconcellos, seu irmão, reuniu ditosamente logo depois da morte do Arcebispo titular de Damieta, apresentando inúmeras fotografias e pondo à disposição do leitor a extensa bibliografia, essencialmente de carácter noticioso, que me possibilitou «juntar as peças» no decurso de valiosos meses de labor.

Em boa hora, a Associação do Monte Pedral, liderada por um seu antigo aluno, o dinâmico Dr. Paulo Santos, e formada por uma equipa sublime, abriu-me as portas, não simplesmente como autor, mas ademais como associado, para que a apresentação da singela obra seja simbolicamente efetuada nas suas instalações. Unindo-me à Direção da centenária instituição, invito a tomarem parte, no dia 24 de Novembro, pelas 21h15, neste autêntico ato de reparação à figura de D. Sebastião Leite de Vasconcellos. O escrito, intitulado “D. Sebastião Leite de Vasconcellos – O Apóstolo da Bondade” e dado ao prelo pela Salesianos Editora, será apresentado pelo Dr. António Carlos de Azeredo, admirável conhecedor da História da Igreja em Portugal e parente do Sr. D. Teotónio Vieira de Castro, Patriarca das Índias Orientais e personagem muito próximo do «Apóstolo da Bondade». Conto com a atenciosa presença de todos!

Diogo Ribeiro de Campos

Registo fotográfico